terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Imprensa Jovem / 2018


Eu Danilo, acho que a imprensa jovem, em 2018 foi divertida, educativa, algo bom. Acho que não tenho o que falar, só que foi ótimo participar do projeto. Sou do sexto, é minha primeira no projeto e gostei muito de participar. Gosto muito da forma que é feito, das professoras e da conduta.
Eu gostaria de aprender a tirar fotos melhores, termos câmeras profissionais... Gostei de fazer reportagens para o blog da escola, conhecer a felizs e novas pessoas.
Para 2019, podemos acrescentar as seguintes inovações, falarmos sobre novos projetos, coisas inovadoras.
Quando falamos sobre imprensa jovem, pensamos em reportagens, informações sobre o ano letivo e muito mais.
Termos uniformes, como coletes, conhecermos rádios, termos mais conhecimento em base da informática e da leitura, fazermos novos projetos.


aluno reporter : Danilo  6º C

RETROSPECTIVA DE 2018


     Esse ano a Imprensa Jovem pra mim foi muito especial, aconteceu várias coisas impressionantes, também teve muitos passeios que foram para: Bienal, escola CEU Vila do sol, para feira robótica e a feira do livro. Esse ano também fizemos a cobertura de várias coisas da nossa escola como a cobertura do sarau, festa junina, show de talentos, apresentações do pessoal TCA e uma entrevista com uma aluna que teve sua poesia publicada no livro Pode Pá Que É Nóis Que Ta, o nome dela é Letícia Ohnesorge.

       Na minha opinião, teve muitos pontos positivos foram os passeios, várias coberturas que dava um nervosismo mas a curiosidade falava mais alto, queria ter visitado um estúdio de rádio para ver como funciona e também ir ao jornal para ver jornalistas de verdade, para ver como funciona mesmo, também queria gravador, câmeras profissionais e coletes para facilitar a levada dos equipamentos.
  
     As inovações que podemos ter para 2019 é ter mais passeios, ter mais equipamentos para que possamos usar e aproveitar muito e que não falte interesse da parte dos alunos para participar. Minha sugestão é para ninguém desistir da Imprensa no meio do ano e aproveitem porque é muito legal.
      
      Aluna Repórter: Vitória Santana 8ºC.

Resultado de imagem para imagens da imprensa jovem

IMPRENSA JOVEM 2018

       Para mim,  a Imprensa Jovem de 2018 foi interessante, pois tivemos oportunidades para conhecer a Bienal do Livro, a feira do livro, JAM de Robótica e CEU Vila do Sol. Nós fizemos algumas coberturas, como: Sarau 2018, TCA, CEU Vila do Sol e JAM de Robótica. Tivemos algumas homenagens para comemorar datas de aniversários das professoras, no qual foi emocionante, pois elas se emocionaram com nosso depoimento.
     Os pontos positivos desse ano foi a importância de conhecer a Bienal do Livro, pois é uma feira que nos trás novos conhecimentos de vários livros onde nós nem sabíamos que existia, e que nos faz refletir sobre a vida, outro ponto positivo esse ano foi ter o privilegio de ter entrevistado a aluna Letícia Ohnesorge do 9°B, onde ela avia escrito uma poesia um pouco depressiva, esse poema foi publicado em um livro chamado PODE PÁ QUE É NOIS QUE TÁ. Os pontos negativos foi que nós não conhecemos alguns lugares propostos no inicio do ano, nós não conseguimos ir ao evento das Águas pois a secretaria não organizou o evento adequadamente, e nós não conseguimos mudar o sinal da escola.
Nós podemos propor para 2019 uma Imprensa jovem com mais eventos como: Visitar alguns jornais que passam na TV para conhecer um pouco da vida de um jornalista, como funciona, qual postura ele ter etc, poderíamos visitar algumas rádios para saber mais como funciona um programa de rádio, qual postura um locutor deve ter etc.
A minha sugestão para 2019 é termos mais oportunidades para conhecer novos eventos, a cada Bimestre ter um novo assunto para ser discutido e colocado em pratica etc. Espero que em 2019 os alunos se divirtam e que eles aprendem bastante coisas com a Imprensa Jovem, assim como eu aprendi!

ALUNA REPÓRTER: Poliana Oliveira 8°C

Minhas impressões sobre a imprensa jovem


Bom para mim ( ALYTZAH)  foi bom a experiência de entrevistar as pessoas diferentes e pessoas de outras escolas , pessoas  de outras imprensas ,  participar de eventos e fotografar os eventos tanto da escola como de outros eventos...
Bom os pontos positivos foram participar dos eventos e os negativos foram ficar escrevendo sempre no blog.
Bom   podemos  participar de mais eventos .  Bom podemos comprar uma nova câmera.
Camisetas da imprensa jovem com nome do aluno repórter.

Aluna Repórter:  ALYTZAH 6B

IMPRENSA JOVEM

  A imprensa jovem pra mim foi um trabalho muito diferente, conheci varias pessoas  novas, vários lugares diferentes, gostei muito da parte de publicar o que nós fazemos ou o que nós aprendemos.  Os pontos negativos da imprensa foi que no começo do ano tinha muitos alunos agora no final do ano não tem nem a metade do começo do ano, os pontos positivos foi que aprendemos varias coisas novas e conhecemos vários lugares diferentes.
    Podemos pensar que 2019 vai ter mais passeios para conhecer mais lugares exóticos e diferentes com mais oportunidades. Minhas sugestões para 2019 e de: Ter colete para cada (de preferencia azul ou preto) aluno, ter um aluno ajudante, ter um dia especifico para fazer textos, lembrancinhas com doce, festa no final da imprensa.

Aluno monitor: Julia 6B






MINHA AUTOAVALIAÇÃO


                                  Foi bom,  ate mas eu esperava mais desafios e coisas tipo mais entrevista mas tirando isso e mais algumas coisas ficou ate que bem legal mal,  eu não acho que tenha ficado assim nossa supimpa mais foi como foi e tomara que seja melhor ano que vem e as pessoas tenham uma experiência melhor que a minha e se sintam satisfeitas por ter entrado nesse projeto.
                                  Eu gostei de ter cobrir certos acontecimentos desse projeto, mas e que eu tive um convite um tanto quanto profissional e quando fui ver não era aquela profissionalidade que eu pensava eu estava já a dois anos para entrar na imprensa mas depois me arrependi e não é porque é ruim e sim porque não era o que eu haveria  achado lá no começo e eu senti também a falta de interesse dos próprios alunos.
                                Deveria ser melhor mais intuitivo mais dinâmico mais participativo, mais aberto a sugestões e poderíamos ir a lugares desde que seja possível que os próprios alunos queiram e não só em lugares com o uniforme e equipamento com modo de trabalho de aula e assim prendendo mais a atenção deles e não saindo do foco e do objetivo mais dando umas aliviadas de vez em quando para que o trabalho compense mais em vez de jogar uma pilha de coisas e eles se cansarem na rodada II.
                              Eu sugiro que façam o controle da musica do sinal,  que controlem o canal do youtube, que no blog mostre mais o que acontece na escola e não só os eventos como os pequenos detalhes. E que possamos participar mais das coisas que acontece tanto na E.M.E.F quanto no CEU Guarapiranga como, por exemplo, hoje 04/12/2018 teve uma peça de teatro no CEU e nesse mesmo dia foi o ultimo dia de empresa e nenhuma matéria sobre esse acontecimento e não é por falta de tempo pois tem muitos dias que só ficamos escrevendo sobre tipo assuntos diversos que  não acrescentam em nada no nosso processo de aprendizagem.
                                Aluno repórter: Cleilton 6ºC





segunda-feira, 26 de novembro de 2018

TCAs 9os Anos

Os Trabalhos para fechamento de ciclo ( Ciclo Autoral) são a fase final do Ensino Fundamental na prefeitura SP. Alunos e Alunas percorrem o 9o ano elaborando pesquisas, pensando e preparando trabalhos que atinjam a comunidade escolar. Além de prepará-los nos estudos, essas intervenções objetivam atender a comunidade escolar em suas necessidades e carências pedagógicas. Os estudantes são autores, artistas e atendendo ao Projeto Político Pedagógico da escola atuam como protagonistas o processo ensino-aprendizagem.
Com isto, pretendo dizer que este anos estão TODOS E TODAS de parabéns pelos trabalhos. Acompanhados pela professora Aline Gilg, e assistidos pelas professoras Sonia Caires e Edinéia, apresentaram com muito capricho essa finalização de ciclo. Vale lembrar que aqui estão as fotos da apresentação feita hoje no teatro do CEU Guarapiranga, no entanto as intervenções ocorreram durante todo o ano letivo.



















sábado, 17 de novembro de 2018

SHOW DE TALENTOS 2018

Tivemos na última quarta-feira ( 14/11) nossa edição do Show de Talentos promovido pelo Grêmio Estudantil. Nossos alunos e alunas participaram com dança, canto, e encenação da peça Auto da Compadecida da professora Sonia Magalhães; além de uma apresentação de Samba Rock da professora Cássia. Tivemos também a participação dos professores Alex e Alice Avelino cantando e tocando violão.
Alguns momentos :










quarta-feira, 14 de novembro de 2018

SLAM 2018

          Este ano, ocorreram algumas competições de poemas em nossa escola, o que acontece todos os anos, desde 2016. Este ano a vencedora do nosso "SLAM do Mario" foi a Cynthia do 9ºA. Ela foi convidada à ir ao SLAM e lá competiu entre todas as escolas das regiões de São Paulo onde muitas escolas se inscreveram.
          O evento aconteceu no SESC 24 de Maio, no dia 13 de Março e foi muito concorrido, assim que chegamos lá fomos recebidos muito bem, tudo aconteceu em um espaço aberto e estava bem cheio. Muitos alunos apresentaram seus poemas e foram muito bem. Infelizmente não conseguimos se classificar, mas o que importa é que participamos, esperamos poder contar sempre com a colaboração dos alunos para eventos como esses.
            Aqui vai algumas imagens do evento que aconteceu no dia 14/11
Alunos que foram declamar suas poesias.


Nossa aluna representante, Cynthia.

Torcida para nossa representante.

Todos os alunos que foram para torcida e pra assistir ao SLAM.





Aluna repórter: Cynthia Santos.


Obrigado por sua visita!

Você já esteve aqui