quinta-feira, 21 de junho de 2018

DEPRESSÃO X SUICÍDIO

         


    Escolhemos esse assunto pelo fato de ser muito frequente entre os adolescentes, esse caso foi relatado como um dos mais ocorridos entre os jovens, os adultos são os menos afetados. 

      Queremos conscientizar todos para ajudar quem sofre com essa doença, e para evitar que tenha mas casos e continuem acontecendo entre nós, queremos ajudar todos que sofrem com essa doença, para nos ajudar com esse trabalho pesquisaremos psiquiatras e psicólogos, e vamos entrar em contato para nos ajudar a conscientizar as pessoas sobre esse grave problema. 
     Resolvemos escolher outro tema para complementar, escolhemos o suicídio como segunda fase da depressão, quando a depressão chega a um ponto mas sério,a pessoa com depressão chega a um ponto de não aguentar o próprio sofrimento e muitas vítimas da depressão,veem o suicídio como uma solução para o seu problema, pois devem estar passando por uma fase difícil da vida, ou então elas veem um problema que não tem mesmo uma solução, e pensam que com o suicídio irá resolver tudo, ou pelo menos terminar com tudo de uma vez. 
    O suicídio hoje é compreendido como um transtorno multidimensional, que resulta de uma interação complexa entre fatores ambientais, sociais, fisiológicos, genéticos e biológicos. 
    Alguns sintomas de depressão podem ser como: cansaço, tristeza, perda de concentração, ansiedade, irritabilidade, distúrbios de sono, dores em diferentes partes do corpo etc. Se você percebeu que algum parente, amigo ou conhecido está com esses sintomas, indicamos que: Primeiro passo é favorecer um ambiente tranquilo e não opressor, com uma privacidade razoável. 
   Em seguida, executar a tarefa mais importante, a de escutar; ouvi-los efetivamente com empatia com reforços positivos e o não julgamento, tentando preencher uma lacuna criada pela desconfiança. 
   Outro fator a ser dito, é que ao conversar com pessoas sobre e que tenham depressão, é importante saber que você não precisa entender ao máximo o paciente, e sim escutar, muitas pessoas com estes problemas, só precisam desabafar e serem escutadas. 
   
   
Nosso grupo é composto por: Joice Almeida, Katiele Sampaio, Emily Regina, Daniel Batista e Mycael Santos 9ºA

quarta-feira, 20 de junho de 2018

O que realmente é o feminismo?


Irá acontecer em novembro na Emef Mario Fittipaldi o TCA (Trabalho Colaborativo de Autoria), feitos pelos 9 anos, que será apresentado aos 8 anos, com temas variados.
                O tema do nosso grupo será feminismo, mas sobre o que realmente se trata o feminismo? Essa palavra que está sendo tão comentada e discutida nos dias de hoje existe a muito tempo e é praticada em todos os lugares por muitas mulheres, mas, iremos falar sobre como o feminismo pode ajudar e interferir na vida das pessoas a nossa volta.
                As questões relacionadas ao nosso tema onde pretendemos focar são: a falta de conhecimento das pessoas em relação ao movimento feminista, a diferença entre femistas e feministas, por que nem todas as mulheres são feministas e também focaremos na história do movimento como um todo.
                Iremos fazer uma intervenção social relacionada não apenas ao feminismo mas também ao assédio, com os alunos do fundamental II.
                Nosso grupo é composto por:

               Paloma, Nathalia, Emily, Matheus Gomes e José ( Todos alunos do 9 ano C) e todos nós trabalharemos para concluir o TCA com muita qualidade e eficiência.

DEPRESSÃO

A depressão é caracterizada pela perda ou diminuição de interesse é prazer pela vida.
É uma tristeza profunda e prolongada.
A nossa escolha do tema depressão para o TCA- trabalho colaborativo de autoria é
porque ela é doença. Muitas pessoas acham que é besteira, mas ela promove apenas
uma sensação de infelicidade crônica, afeta também alteração fisiológica.
Outro motivo de escolher esse tema é porque podemos ter colegas que
precisam de ajuda, que estão se isolando, se cortando, entre outros
sintomas e com nossa pesquisa podemos ajudá-los a passar por isso.
O nosso objetivo de pesquisa é ajudar pessoas que sofrem com
essa doença e na comunidade escolar e mostrar
para outras como ajudar, apoiar e o que fazer nessa situação.
Ana Beatriz, Andressa Portuga
Gabrielle Carvalho, Julia Mendonça e Matheus Oliveira

Homofobia e suas "leis"



     O Brasil é o pais que mais matam transexuais e homossexuais.
    A palavra homofobia significa a repulsa ou preconceito contra a homossexualidade, esse termo teria sido utilizado pela primeira vez nos Estados Unidos nos anos de 70  e a partir dos anos 90.
     A palavra “fobia” denomina uma espécie de “medo irracional” e o fato de ter sido em empregados nesse sentido é motivo de discussão ainda entre alguns teóricos com relação a emprego do termo, assim entende-se que não se deve resumir o conceito a esse significado.
    Até hoje, não existe um trabalho do governo em documentar as informações de violência motivada para LGBTFOBIA, o governo federal, o estadual e o municipal, através de suas secretarias de segurança pública e outros órgãos deveriam coletar os dados de pessoas  que morrem e fazer sua estatística de crime  de ódio.
   A questão não se resume aos indivíduos homossexuais, ou seja, a homofobia compreende também questão da esfera pública como a luta por direitos, muitos comportamentos homofóbicos surgem justamente do medo da equivalência de direitos entre homo e heterossexuais, uma vez que isso significa, de certa maneira, o desaparecimento da hierarquia sexual estabelecida como discutimos.
     Podemos entender que a homofobia compreende duas dimensões fundamentais: de um lado a questão afetiva, de uma rejeição ao homossexual; de outro, a dimensão cultural que destaca a questão cognitiva, onde o objetivo do preconceito é a homossexualidade como fenômeno, e não o homossexual enquanto indíviduo.

Alunos: Atirson, Lays  e Camilly Rodrigues  9ºC

Feminismo

                   Bom o nosso trabalho e sobre o feminismo, um assunto muito falado mais que poucas pessoas realmente conhecem. O nosso objetivo é exatamente isso, passar informações e o conhecimento que temos e pesquisamos sobre o assunto.
                  O feminismo não é odiar os homens (muito pelo contrario), mas sim buscar os direitos de igualdade entre os gêneros, pois as mulheres sofrem muitas desigualdades sociais e preconceitos sociais, como: em empregos, em usar roupas decotadas e shorts curtos, quando saírem na rua entre varias outras coisas. Mas do que adianta falar sobre os problemas sociais e não arruma solução, por isso o movimento feminista, para poder trazer soluções em busca dos nossos direitos.
                Nossa intervenção social será trazer a informações que talvez muitas pessoas não conheçam e mostrar soluções para esses problemas tão comuns na sociedade, mas que acaba passando despercebido. Uma das nossas ideias é entrevistar uma feminista para que ela possa nos tirar duvidas frequentes sobre o assunto. O nome dela é Isabela e ela é do partido PSOL.


             No nosso grupo tem 9 integrares, e cada um tem uma função para ser realizado nosso TCA. Quem vai cuida de imprimir imagens e etc. Será a Andreza Santana, as responsáveis na atuação será a Sthefany Cristina, Suellen Muniz, Larissa e Cindy Gomes, a edição de vídeos será com Ramaiane Alves e com a Rafaela Sousa e por fim as pesquisas serão realizadas por Thamara Cinthia e com o Matheus Henrique.


Elenco: 9º ano C
suellen 
Sthephany
cindy
Thamara
Ramaiane
Andreza Santana
Rafaela
Larissa
Matheus Henrique

CORRUPÇÃO NA PERIFERIA – JARDIM ANGELA

Corrupção na população: sempre presente, porém, nunca vista
          A corrupção, muita das vezes acusada somente no governo, está sempre
presente no nosso dia a dia. Nós, alunos do 9°C: Ryan Lima, Nicole Nunes, Liedson
Alves e Victor Hugo Romualdo, vamos apresentar um pouco de como é a corrupção
na periferia.
         Cortar fila; colar na prova; roubar dinheiro da mãe; pegar o troco errado; abuso
de poder; fazer hora nas aulas; todas essas atitudes são formas de corrupção.
        Aquele que fala dos políticos e não vê ou não quer aceitar que o mesmo comete
a corrupção, ou fala até que é um “jeitinho brasileiro” de conseguir as coisas mais
facilmente pode ser chamado de hipócrita. Aquele que quer jugar o erro do outro
mas não aceita o seu próprio erro.
         Agora, o que significa a palavra corrupção?
         A corrupção pode ser definida como utilização do poder ou autoridade
para conseguir obter vantagens e fazer uso do seu dinheiro público para o seu próprio
interesse, de um integrante da família ou amigo. Corrupção vem do latim corruptus,
que significa quebrado em pedaços. O verbo corromper significa “tornar pútrido”.
         Não importa o século; década ou ano em que estamos vivendo, a corrupção; o
“jeitinho brasileiro”; a vontade de ter as coisas o mais rápido; tudo isso é do ser
humano; e é muito difícil viver sem essa forma de aproveitar as “oportunidades”.
Mas, com o tempo e consciência, podemos melhorar cada vez mais o nosso
jeito de viver. Começando desde pequenos, aprendendo e se conscientizando desde o
berço fica mais fácil por em pratica depois de adulto.
         O nosso grupo quer chamar atenção para um tema que achamos que está
presente apenas na política,mas convivemos com isso frequentemente.
         E você no seu convívio?  É corrupto?


Nicole Nunes
Ryan Silva
Liedson
Vitor Hugo Romualdo   9º ano C

T.C.A. – Reciclagem

 No nosso T.C.A. iremos abordar o tema de reciclagem e que não  acontece muito na sociedade onde nós
vivemos Poderíamos reaproveitar as coisas que não são mais uteis , para esse tema iremos usar as áreas do
conhecimento de: Ciências, Geografia e Matemática. Os problemas sociais que incomodam na sociedade são:
poluição do ecossistema, poluição visual, destruição da natureza, etc.
 Nós pretendemos fazer uma exposição com objetos reciclados para conscientizar um grupo de pessoas.
 As habilidades dos membros do grupo são: Victor: textos jornalísticos e edição; Pedro: fotografia e cartaz;
Lucas: Desenho.
O nosso grupo usará as tecnologias de: Celular, Câmera, Computador, cartolina, caneta, microfone, impressora,
lápis , caderno ,folhas de sulfite, etc.
 Em nossa sala as pessoas que poderiam nos auxiliar seriam as pessoas que tem a habilidade de falar em
publico, pois em nosso grupo ninguém tem essa habilidade. Para nosso trabalho ser rico em colaborações nos
gostaríamos de fazer uma exposição com brinquedos feitos com material reciclado produzido pelos alunos.
 Os professores com suas respectivas áreas do conhecimento que poderiam contribuir na confecção e
enriquecimento do trabalho seriam o professor de Matemática: Henrique, a professora de Ciências: Kátia
Ramos e o professor de Geografia: Gilmar.


Victor Hugo Germanio da Silva n° 36            9°c
Pedro Estevam de Matos n° 29
Lucas Oliveira n°22

9º A

terça-feira, 12 de junho de 2018

E ACONTECEU NA FESTA JUNINA 2018…



Neste sábado dia 09/06/18, aconteceu uma festa junina do CEU GUARAPIRANGA. Nessa festa tinha comidas, brincadeiras, apresentações de dança e correio elegante.
         As comidas típicas eram: cachorro quente, churrasco, bolos, canjica, pasteis, salgados, bebidas, carne maluca, doces e etc. As apresentações foram da EMEI, EMEF e algumas apresentações do palco que estava do lado de fora.
         Antes da festa, nós tivemos a oportunidade de entrevistar a diretora do CEI e descobrimos que o dinheiro arrecadado será utilizado para beneficio das crianças. 20% serão usados para a construção de um parquinho para as crianças. O restante será para a manutenção do parque interno e renovação da brinquedoteca.
Em nossa opinião, a festa junina foi muito legal, principalmente a maneira que foi organizada. Todos cooperaram de alguma maneira.

Esperamos que ano que vem seja ainda melhor e com mais novidades.

alunos

vitoria 8ºC
Rayssa 7ºD
Paulo 6ºB
Isabella 8ºC
Anny 6ºB

O que nos achamos da festa junina do CEU Guarapiranga

               


      No dia 9 de julho ocorreu na nossa escola a festa junina e nos decidimos relatar como foi á festa, bom a festa para mim a festa foi muito boa, pois tinha muita comida boa, musicas temáticas da festa, havia três brinquedos para toda criançada se divertir os brinquedos que haviam lá eram pula-pula, pescaria, entre outras.
     
       As musicas neste ano foram ótimas, pois neste ano tivemos direito a musicas do tipo funk, axé, sertanejo, forro entre outros já as comidas estavam deliciosas e a única coisa que eu não gostei foi da mudança geral que fizeram nas comidas, pois tiraram a pipoca o pão de queijo e a bolinha de queijo do cardápio.
   
      A decoração temática da festa foi a que mais me chamou mais a atenção por que sem uma decoração chamativa não atrairia um publico maior para nossa escola  que estava em momento de alegria com essa festa, a e como poderia me esquecer do publico que foi o que aumentou a alegria do CEU Guarapiranga com sua festa.





                            Alunos repórteres : Diogo Couto 8ºA e Diego Pereira 9ºA.
A festa junina do céu Guarapiranga
A festa junina foi muito legal brincadeiras jogos comidas e bebidas
Criticas faltou comida no meio da festa faltou organização tanto fora como dentro das barracas os brinquedos vieram danificado e os que não se danificaram com o tempo ou seja não duraram muito a e no meio da festa acabou as atrações ou seja não tinha mais nada para entreter o publico e assim muita gente foi embora tipo estava 70% enquanto ocorria as atrações saiu 30% quando acabou as apresentações e 20% quando os brinquedos acabaram 5% quando estava acabando a comida


Mais no fim tudo ficou bom legal e deu  Certo não aconteceu brigas e nem confusão



Ass. Cleilton Domingos Alves Dos Santos.

FESTA JUNINA


          A festa junina aconteceu na escola Céu Guarapiranga no dia 09/06/18 no sábado
         A festa junina foi boa, mas não teve tantas variedades de comidas como  no ano passado
         Também não tiveram muitas variedades de brinquedos e um dos brinquedos que a EMEI alugou era uma bola gigante na piscina do CEU  que  você andava na água. Uma delas estourou e estava demorando muito para conseguir brincar.
         Na terça feira anterior da festa  fizemos  uma entrevista com a Luiza, coordenadora pedagógica da EMEF MARIO FITTIPALDI sobre a festa junina e ela respondeu algumas  perguntas para a gente.

alunas reportes: 
Aline 
Alytzah
Mirella
Julia

          

sábado, 9 de junho de 2018

VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES


Somos alunos do 9°B da escola Mário Fittipaldi. Escolhemos o tema “Violência Contra Mulheres” para o nosso Trabalho Colaborativo Autoral (TCA)por ser um assunto muito polêmico na sociedade.
 Outro motivo para a abordagem desse tema é porque infelizmente há situações de agressão contra as mulheres em nosso bairro.
A violência doméstica e a agressão ou outro tipo de abuso por parte de uma pessoa contra a outra num contexto doméstico, também podem se assumir diversos tipos, incluindo abusos físicos, verbais, emocionais, econômicos, religiosos, reprodutivos e sexuais.
 Existem leis para essas mulheres que sofrem nessa sociedade machista, mas muitas delas não denunciam. Sabemos as dificuldades que elas enfrentam, sempre há um motivo para elas aguentarem tal sofrimento, o mais comum é o medo pelo agressor, dependências financeiras e afetivas e ameaças que recebem do mesmo.
Em vista dos argumentos apresentados, vamos fazer intervenções com as pessoas ao nosso redor, para a conscientização de todas, e principalmente ajudar a combater essas violências.

Resultado de imagem para VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES



Nicoli Bianca, Jamilly Santana, Julia Rodrigues, Gabrielle Ferreira e Guilherme Soares 9°B

quarta-feira, 23 de maio de 2018

QUAL E A IMPORTÂNCIA DE  IR AO CINEMA?
CINEMA
A importância de ir ao cinema, é a inclusão social, pois quando vamos, nos comunicamos com outras pessoas e colocamos em pratica, as coisas que aprendemos na escola, por exemplo: quando compramos os ingressos usamos a matemática, quando vamos comprar a pipoca também usamos.     Quando interagimos com as pessoas usamos o português, e as boas maneiras que sem perceber aprendemos na escola.
Além disso, e um ótimo Passa-Tempo, pois assistimos aos filmes que estão em cartaz, e nos divertimos muito. O comportamento muda completamente, pois com a maioria das pessoas quando saem em publico deixam de agir como agem para (entrar no padrão).

Fernanda Elloise 8ºD     Samantha Oliveira 8ºD











quinta-feira, 17 de maio de 2018

LIXO NAS RUAS

O TCA é um trabalho colaborativo autoral obrigatório a todos os 9 anos das escolas municipais, nosso tema é “Lixo nas ruas”, escolhemos esse tema por quê nossa região tem um grande problema com grandes quantidades de lixo nas ruas.


Além do mal cheiro, o lixo nas ruas trás roedores e doenças diversas, como cólera, disenteria, febre,ifoide, filariose, giardíase, leishmaniose, leptospirose, peste bubônica, salmonelose, toxoplasmose, tracoma, triquinose.
além da agua parada em meio ao lixo, que pode trazer mosquitos como o Aedes aegypti, responsável por manifestar a dengue, Zica e Chikungunya
Mas de quem realmente é a culpa? Há um vilão por trás disso? pois saiba que todos somos culpados por isso!
Pequenas ações que parecem bobas, como jogar embalagens de doces e balas, plástico, sacolas e coisas do tipo podem ser mortais, o lixo entope os buieiros provocando inundações  em ruas e acabando com casas e comércios, manifestando as doenças e no pior dos casos, matando.
A prefeitura e a população devem ser mais cuidadosos em relação a coleta de lixo e  limpeza das ruas.
Apenas assim teremos bairros mais bonitos e cheirosos para todos.
Integrantes: Guilherme divino; Kayky Rodrigues; Caique Oliveira;  Kaio.  9 B

Moradores de rua




            Hoje na aula contra turno do TCA tive algumas ideias de como iniciar a nossa intervenção social que faz parte do nosso trabalho de TCA.
            A professora de informática Sonia me passou algumas dicas de como iniciar a parte de pesquisas sociais do nosso trabalho, como por exemplo: Visitar a  Subprefeitura e perguntar quais são as ideias que eles tem ou o que pretendem fazer para ajudar os moradores de rua.
           Ela também nos aconselhou a produzir um questionário com algumas perguntas sobre o assunto para facilitar o nosso trabalho.
           Nós sabemos que esse não é um tema fácil de lidar, mas eu acho que nada é impossível, nosso objetivo com esse trabalho é mostrar a sociedade que os moradores de rua nem sempre são pessoas desocupadas,  são pessoas que podem ter perdido o emprego, suas casas por causa de enchente, pessoas que sofrem por causa de drogas, entre outros tipos de problemas.  
            Aguardem as nossas próximas publicações


Gabriel Leone, Gabriel Mendonça, Isaac, Kauan Cruz                                                                                                            9º ano B

Abandono de Animais domésticos

               Hoje na aula do contra turno do TCA fiquei sabendo sobre a Castração de animais domésticos que acontecem no 1º domingo de cada mês na EMEF Oliveira Viana. Interessante!
              Pretendemos fazer uma visita para observar como acontece e como a comunidade participar.
             A professora de Informática Sonia nos recomendou irmos à castração de animais para entrevistar, filmar, fotografar ou fazer uma enquete com os responsáveis (diretor, Veterinário, comunidade é professores).
            Aprenderemos como cuidar, saberemos se a comunidade apoia esse assunto e como eles souberam desta castração de animais domésticos.
             Combater esse problema que cresce a cada ano,  que é abandono de animais domésticos.


 Gabriel Freitas, André, Cristhyan, Guilherme, Felipe e Diego       9ºA

LIXO ELETRÔNICO

        O tema que nosso grupo escolheu para apresentar no TCA é sobre o descarte de alguns equipamentos eletrônicos como: baterias, televisores, painéis solares, celulares etc.



           Segundo os especialistas em 2021 haverá um aumento de 17% de descartes desses materiais, com 52,2 milhões de toneladas geradas. Cerca de 4% de todos esses materiais são conhecidos por serem jogados em aterros sanitários e aumenta ainda mais as chances de causar câncer.
          O mundo produz 44,7 milhões de toneladas de lixos eletrônicos. Apenas 20% dos equipamentos como baterias ou pugle são reciclados após os descartes.
           Diante dessas informações percebemos que em nosso bairro, na nossa cidade ficaremos prejudicados por causa da poluição que chega nos rios, córregos e na nossa belíssima Represa do Guarapiranga.
           Nós estamos preocupados e queremos saber: onde as pessoas descartam as baterias, os televisores, os celulares, teclados, mouses, enfim todo tipo de material eletrônico.
               Este estudo esta apenas começando.



João Vitor, Ana Beatriz, Renata Leal, Suelen Vieira 9ºB 

CRISE DE ANSIEDADE




                    Muitos adolescentes no mundo passam por isso, mas poucas pessoas de fato tem conhecimento sobre o assunto.
Escolhemos esse tema com o objetivo de abortar e mostrar as consequências para identificarmos quando ocorre essa “crise”.
                   As consequências da crise de ansiedade fisicamente é muito rápida : falta de ar, sensação de um bolo no peito, palpitação, enjoo e torturas, entre os sintomas mais evidentes. Atrapalha as atividades do cotidiano da pessoa e desmotiva os relacionamentos sociais.
                 A Síndrome do Pânico é mais que isso. É um transtorno de ansiedade. Como se fosse uma crise de ansiedade amplificada, mais intensa, maior.
Estudos apontam que aproximadamente 70% das pessoas acometidas são  as mulheres, principalmente as jovens de 15-25 anos.
                Estamos dedicadas em desenvolver e mostrar mais sobre esse assunto que vem acontecendo muito com os adolescentes hoje em dia, é uma realidade das escolas públicas de São Paulo.



Jamille, Gabriela, Evellin, Tamara e Gustavo. 9°B

quinta-feira, 10 de maio de 2018

… Ei, você ai? Vamos conhecer São Paulo?


                 Você tem direito de conhecer São Paulo!  Sua cultura, história, onde tudo começou? Tudo isso nós alunos desta escola iremos descobrir e conhecer por meio de pesquisas e turismo pela cidade, muitos acham perda de tempo conhecer um pouco mais da história da sua cidade. O nosso TCA será a prova de que quem mora na periferia de São Paulo, também tem direito a este lugares.   
                 Nossa intenção é mostrar que pode ser interessante, atrativo ou até mesmo   informativo conhecer um pouco desse lado. Não precisa ser um lugar reconhecido pela sociedade para ser considerado um ponto turístico, até por que todo lugar tem uma história para contar.
                 Para desenvolver esse trabalho contaremos com o apoio dos nossos pais, dos nossos professores e também de todas as pessoas colaboradoras. As entrevistas, os vídeos, imagens serão publicadas aqui neste canal.
                É um desafio médio porque acreditamos que haverá dificuldades, porém, a nossa força de vontade, dedicação fará com que tenhamos sucesso.


Alunos repórteres: Carolina, Erick, Gabrielly e Nathalia. 9ºB



quarta-feira, 2 de maio de 2018

Assédio acontece no mundo inteiro


           Hoje dia 02 de Maio, viemos falar sobre nosso projeto de TCA. Inicialmente escolhemos o tema Assédio Sexual e Violência Contra Mulher pois temos presenciado muitos casos em nosso dia a dia.
            As principais vitimas desses acontecimentos são mulheres, que por passar uma imagem frágil e indefesa são abordadas por homens sem um pingo de bom senso.
            Ultimamente a primeira cena ao entrar em lugares públicos como ônibus, metro ou lugares com aglomeração de pessoas muito grande, vemos homens encouchando mulheres, passando a mão em partes do corpo que não deveriam, e os mais comuns ver homens chamando de “ gostosa”, “nossa como você é linda” entre milhares de outros elogios de má intenção. Descrição: Resultado de imagem para assedio
            A faixa etária de idade que isso acontece com maior frequência é entre as mais jovens, mais ou menos na faixa de 14 a 24 anos. Nas ruas, uma em cada três brasileiras adultas declara já ter sofrido assédio sexual, sendo que 25% sofreram assédio verbal.
            Por fim, esperamos transmitir com clareza o nosso objetivo aos alunos, ou seja, diminuir a partir dos mais jovens o Assédio e a Violência, pois é mudando a si mesmo  que se muda o mundo.

            Participantes do grupo: Alane Rocha, Cynthia Jaqueline, Dener Lima, Evellyn de Souza, João Vitor, Larissa Silva, Raphael Tavares e Sabrina Xavier.

Obrigado por sua visita!

Você já esteve aqui